Como escolher um nicho

Confira 5 dicas de como escolher um nicho para atuar no mercado!

Ter o próprio negócio na internet, por meio de um ótimo marketplace, por exemplo, abre inúmeras oportunidades de vendas. Pra isso, são necessários alguns pilares essenciais, como o uso de boas estratégias pra atrair clientes. Antes de colocá-las em prática, entretanto, você deve saber como escolher um nicho que seja realmente promissor pra sua empresa.

Dada a quantidade de possibilidades disponíveis no mercado, definir o nicho de atuação costuma ser uma dúvida frequente entre os empreendedores. Felizmente, nós estamos aqui pra facilitar esse processo. Pra acertar na hora da escolha, você precisa realizar uma pesquisa aprofundada e se basear em bons critérios. 

Pensando nisso, nós reunimos 5 dicas sobre como escolher um nicho capaz de proporcionar o sucesso almejado!

1. Escolha algo do seu interesse

Em primeiro lugar, é necessário criar uma lista de opções pelas quais você nutra um real interesse. Se a ideia é, de fato, cuidar pessoalmente de sua gestão financeira e tudo o mais que envolva a organização, não basta pensar apenas no lucro. Nichos lucrativos existem às centenas. A questão é o caminho percorrido até a conquista dos resultados desejados.

A partir do momento que você seleciona um nicho que desperte entusiasmo, isso significa que haverá mais disposição pra efetuar uma pesquisa detalhada a respeito das vantagens e desvantagens atreladas a ele.

Além disso, priorizar nichos que apresentem alguma ligação com você aumenta as chances de descobrir formas de abordagem ainda não praticadas pelos atuais concorrentes. Trata-se de algo que também pode ser feito da estaca zero, mas é muito mais fácil quando já se tem familiaridade com o negócio. 

2. Monitore as tendências

O segundo ponto a ser observado com bastante atenção antes de bater o martelo se refere ao monitoramento das tendências de mercado. Note que, com o passar do tempo, o comportamento dos consumidores é impactado por novas necessidades e desejos, não é mesmo? Ambos podem ser passageiros ou estarem a um passo de demarcarem uma nova fase de consumo.

Nesse sentido, a conjuntura socioeconômica exerce um papel determinante nos itens mais buscados do momento. A ampliação recente da quantidade de pessoas que trabalham em home office, por exemplo, provocou o crescimento da procura por notebooks.

Na esteira dessas vendas, estão a comercialização de escrivaninhas, luminárias de mesa e uma série de outros itens que passaram a compor a rotina de muita gente. Assim como o trabalho remoto veio pra ficar em empresas de variados segmentos, vale a pena pensar em tendências que tenham enorme potencial.

A partir daí, é possível considerar quais são os elementos que dão vida a uma dada tendência e a transformam em realidade. Finalmente, você pode levar em conta os serviços ou produtos que se encaixem perfeitamente nesse universo particular de consumo.

Basicamente, uma coisa leva à outra. Então, resta ver qual seria uma forma interessante de participar dessa rede.

3. Defina o público

Suponha que você já tenha algumas ideias de nicho pré-selecionadas e algumas tendências em mente. Então, ainda falta voltar os olhos ao perfil de cliente ideal de cada ideia de negócio. O cuidado é indispensável pra que se saiba exatamente com quem falar. 

Ao se dedicar às pessoas certas, você não só economiza tempo e esforços como também aumenta a chance de concretizar novas vendas. Mais do que isso: conquista consumidores realmente propensos a se tornarem clientes da empresa. Em médio e longo prazo, eles tendem a ser até defensores da marca.

Antes de tudo isso, no entanto, é preciso analisar certos aspectos, associados ao conjunto de pessoas que costuma ser atraído pelo que você tem a oferecer a ele. Alguns desses fatores são:

  • hábitos de consumo;
  • faixa etária;
  • sexo;
  • identidade de gênero;
  • formação educacional;
  • localização;
  • poder aquisitivo.

Veja que o ponto mais importante consiste em coletar dados relevantes sobre as pessoas que compõem o público almejado, certo? Desse modo, é possível chegar a características, necessidades e desejos que sejam comuns entre elas.

Com uma boa noção sobre a exigência do maior público consumidor de determinado nicho de mercado, você pode se preparar melhor pra atender às expectativas e proporcionar grandes experiências de compra.

Além disso, quanto mais você conhecer seu próprio público, maior a chance de agradá-lo e, consequentemente, obter uma boa avaliação de produtos.

4. Avalie a rentabilidade

Nossa próxima dica está relacionada a um detalhe que também costuma passar despercebido por alguns empreendedores: planejar a rentabilidade da sua loja virtual.

Como você já deve saber, abrir uma empresa na internet também demanda algum tempo e alguma quantia. Pra começar, é importante que você pesquise qual é o investimento indicado pra iniciar a atividade definida.

Mas não para por aí, pois também é preciso saber como calcular o ROI, que apresenta a taxa de retorno sobre o investimento aplicado no negócio. Com esse índice em mãos, basta compará-los com alternativas, a fim de fazer um comparativo.

Por falar nisso, não poderíamos deixar de mencionar o PRI, que é o tempo de retorno desse mesmo investimento. Uma maneira de calcular esse período reside em dividir todo o montante investido pelo lucro líquido projetado. Dessa maneira, chegamos à fórmula PRI = total investido / lucro líquido.

Tome como exemplo um investimento total de R$ 30 mil. Se o lucro líquido esperado for de R$ 10 mil, isso quer dizer que serão necessários 3 anos pra recuperar o capital investido.

5. Analise os concorrentes

Lembre-se igualmente de investigar quem são os verdadeiros e os principais concorrentes que você terá pela frente no nicho de mercado selecionado. Entenda que, pra evitar equívocos, é crucial que você saiba fazer uma análise de concorrência online de maneira profissional, ok?

A identificação das empresas que fazem parte da concorrência direta e indireta ajuda na hora de elaborar um planejamento estratégico com máxima exatidão. Afinal, você passa a atuar de maneira mais precisa e pontual, tudo de acordo com o que as organizações da outra ponta realizam.

Não se trata de copiar as ações que elas praticam, mas ir além: pensar nos possíveis meios de aprimorar o que já funciona muito bem. Ao mesmo tempo, uma análise atenta da concorrência também permite a visualização de falhas em processos que poderiam ser muito melhores. Participar de um nicho já ciente de várias possibilidades facilita consideravelmente o caminho a ser percorrido.

Essas foram as nossas 5 dicas indispensáveis sobre como escolher um nicho de sucesso. Como você pôde notar, a qualidade da sua escolha está ligada ao ato de se imaginar como gestor daquele negócio. Daí a necessidade de tomar os cuidados apontados, principalmente com relação às simulações de cenários. Por fim, tenha em mente o propósito de encontrar uma fonte de renda que reúna paixão, habilidade e lucro.

Tudo pronto pra encontrar um nicho com a sua cara e que garanta um ótimo retorno financeiro? Aproveite pra aprender a aumentar a qualidade e produtividade da sua loja virtual!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa