descrição de produtos

10 dicas para melhorar a descrição de produtos no marketplace e vender mais

Você sabia que uma boa descrição de produtos é essencial para atrair e reter clientes quando se trata de vendas online?

Pois é, não basta incluir nome do item, preço e foto. É preciso aplicar várias estratégias para se destacar. Afinal, esse primeiro contato do consumidor é um dos mais importantes para que a venda seja concretizada.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas essenciais para os vendedores considerarem na hora de escrever, revisar ou atualizar a descrição de produtos no marketplace. Confira a seguir cada uma delas!

1. Utilize boas fotos

Fotos de boa qualidade são fundamentais para criar uma boa descrição de produtos. Isso não significa que você precisa de imagens super bem produzidas. A ideia é utilizar imagens que mostrem como é o produto, sejam atrativas e estejam dentro das normas de cada marketplace.

Na maioria das vezes, o próprio marketplace solicita que a imagem principal do produto seja em fundo infinito branco. Ou seja, a foto deve ser apenas do produto, sem fundo colorido, cenário ou sombras. Nas imagens auxiliares, pode haver outros elementos.

Para garantir que as fotos dos seus produtos sejam boas, procure seguir alguns requisitos como:

  • representar o produto da forma mais fiel possível, mostrando cores, texturas e estampas de diferentes ângulos;
  • inserir imagens diferentes se for um item com variação de cor (pelo menos uma de cada peça);
  • priorizar fotos com fundo neutro, para a mercadoria ficar em evidência;
  • tirar fotos em alta qualidade de definição (no mínimo 1200 x 900 px), mas com o tamanho otimizado de até 1 Mb (isso pode ser feito gratuitamente em diversos sites, como o tinypng.com ou compressjpeg.com);
  • cuidar da iluminação e do foco, para que a imagem fique nítida;
  • evitar o uso de bordas ou de outros elementos gráficos, como marcas d’água e textos promocionais;
  • mostrar somente um modelo do produto por foto.

Geralmente, os fabricantes disponibilizam fotos para os revendedores utilizarem. Porém, caso o vendedor seja o distribuidor, vale investir em um serviço de fotografia profissional para garantir um bom resultado.

Na falta de um especialista, tente alguns truques. Você pode aproveitar a iluminação natural do dia e usar uma cartolina branca como fundo, por exemplo.

2. Crie um título atrativo, descritivo e direto

O título é uma das etapas mais importantes para uma boa descrição de produtos. Isso porque essa é a forma como o cliente vai achar seu item na internet e ser “fisgado” para a compra.

Em linhas gerais, o título deve ser conciso e descritivo, informando principalmente nome do produto, modelo, cor, entre outros dados que sejam imprescindíveis.

O ideal é sempre adicionar pelo menos dois atributos junto ao nome do produto, que é a palavra-chave principal (confira no próximo tópico). Em seguida, não se esqueça de características como modelo, marca e/ou cor. Veja um exemplo:

  • Fone de ouvido Bluetooth MARCA X – HB110 – Com microfone e medidor de volume

3. Utilize palavras-chave

Outro detalhe importante é escolher as palavras-chave corretas, sempre pensando em termos que estão de alguma forma associados ao produto. Por exemplo, no caso de anúncios de fones de ouvido, você pode usar palavras como “fone de ouvido bluetooth, fone de ouvido vermelho, fone de ouvido gamer”.

A palavra-chave pode ser o nome do seu produto ou a maneira pelo qual ele costuma ser buscado no Google pelas pessoas. Então, insira essa palavra no título, no início da descrição, nos subtítulos, ao longo do texto e no nome do arquivo da foto do produto. Essa prática ajuda a página do seu item a ser encontrada no Google. Mas lembre-se de fazer isso da maneira mais natural possível, sem deixar repetitivo.

4. Faça descrições originais

Evite copiar e colar descrições dos concorrentes ou do fabricante. Você pode usá-las como referência, mas busque escrever um anúncio por conta própria para se destacar.

Além do mais, usar o mesmo conteúdo de outros anúncios pode ser uma prática proibida e penalizada em alguns marketplaces. Caso não saiba, textos replicados não costumam ficar em boas posições nos mecanismos de busca na internet, e isso pode prejudicar suas vendas.

5. Mostre os benefícios do produto

Na descrição, destaque os principais benefícios dos produtos, tentando fazer isso no início do texto sempre que possível. Essa é uma das principais informações que seu cliente precisa visualizar durante a pesquisa e o tipo de conteúdo que pode influenciar diretamente na decisão de compra.

O guia definitivo para criar bons anúncios no marketplace

Portanto, busque ser persuasivo e transparente na hora de falar quais são as maiores vantagens de adquirir aquele produto.

6. Formate seu texto para leitura dinâmica

Você já deve ter imaginado que poucas pessoas leem o anúncio completo dos produtos que você vende online, certo? Por essa razão, é importante evitar textos muito longos e repetitivos.

O ideal é organizar a descrição dos produtos de maneira que os usuários possam fazer uma leitura dinâmica e encontrar as informações de que precisam rapidamente. Leitura dinâmica é quando passamos o olho no conteúdo, conseguimos entender do que se trata e achar rapidamente aquilo que é relevante.

Para conseguir esse feito nos seus anúncios, seja sempre claro, conciso e organizado. Utilize subtítulos, listas, entre outros recursos para deixar a visualização ainda mais clara e ter como resultado uma página otimizada.

7. Tome cuidado com erros gramaticais

O bom uso da Língua Portuguesa é mais um fator crucial para a descrição de produtos. Cometer erros gramaticais não passa credibilidade e pode afastar alguns clientes. Além disso, pode dar a impressão de que a loja não é confiável ou que o produto é de má qualidade.

Então, peça para alguém revisar seus textos e utilize corretores online. Mesmo que você se dedique a essa tarefa, pequenas falhas podem passar despercebidas e nada como uma revisão minuciosa para evitar problemas.

8. Preste atenção nas dúvidas ou reclamações dos clientes

As perguntas que seus clientes costumam fazer podem gerar uma página de “Perguntas Frequentes” no seu e-commerce ou contribuir para complementar a descrição dos seus produtos. Todo feedback é válido e deve ser considerado para pensar em melhorias.

Sendo assim, fique atento a cada dúvida que aparece e analise se alguns dados não estão faltando nos anúncios dos itens que estão à venda. É melhor se antecipar do que correr o risco de perder uma venda por falta de informações.

9. Siga as regras do marketplace

Quem vende em marketplace deve seguir as regras de cada plataforma. Algumas empresas têm normas específicas e proíbem certas práticas nas vendas, como adicionar links externos, compartilhar o contato pessoal do vendedor, inserir palavras proibidas, vender produtos ilegais, entre outras.

É sempre bom conferir o regulamento de cada marketplace para fazer tudo corretamente e ter um bom desempenho nas vendas sem manchar a sua reputação. Ao descumprir algumas regras, os vendedores têm suas avaliações prejudicadas ou podem ser banidos.

10. Cuide da sua reputação e conquiste boas avaliações

Por fim, não tenha dúvidas de que a reputação de uma marca ou de um vendedor e as avaliações na página do produto ajudam muito. Os usuários se sentem mais confiantes, o que é um fator que tende a aumentar as vendas.

Diante disso, cuide da sua reputação online evitando erros e comentários negativos, além de oferecer o melhor atendimento possível. Pense em estratégias para se manter sempre próximo dos seus clientes e receber boas avaliações. Algumas empresas oferecem cupom de desconto ou outros tipos de benefícios para quem avalia os produtos no site.

Tomara que todas essas dicas sobre descrição de produtos ajude você a melhorar seus anúncios e vender muito mais! Lembre-se que ficar de olho em tudo o que acontece no seu negócio é uma atitude necessária para ter sucesso.

Que tal conferir mais dicas para melhorar seus resultados? Descubra quais são as principais causas de abandono de carrinho e saiba como reduzir essa situação.

Autor

Keila Boganika — Analista de Conteúdo da Ideris

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa