qual a diferença entre e commerce e marketplace

Qual a diferença entre e-commerce e marketplace?

Os comércios online são ótimas oportunidades pra expandir os negócios e conseguir aumentar as vendas. Cada vez mais as pessoas buscam essa alternativa pela praticidade na compra, viu? Porém, se a empresa pretende ingressar nesse mercado, precisa saber qual a diferença entre e-commerce e marketplace.

Você entende o que muda em cada um? A gente sabe que muita gente confunde esses termos e acredita que eles são sinônimos. Só que existem aspectos distintos entre os dois modelos. Que tal entender melhor a diferença entre e-commerce e marketplace e quais são as vantagens de cada um? Dá só uma olhada!

O que é um e-commerce?

O e-commerce é um comércio eletrônico, então, engloba todas as compras feitas pela internet, utilizando computadores, celulares e tablets. Nesse caso, a empresa precisa criar um site pra poder comercializar seus produtos livremente.

Imagine só que você tem uma loja de eletrônicos no shopping da sua cidade, mas com capacidade de vender pra mais pessoas e entregar em diversas regiões. Bom demais, não é? É um potencial grande de retorno, mas aí vai ser preciso investir na ideia de vender pela internet.

O seu site vai contar com uma página de vendas com todas as funcionalidades, como carrinho de compras, formas de pagamento e suporte ao consumidor. Ao fazer isso, você criou um e-commerce, entendeu? Simples assim!

O que é um marketplace?

O marketplace já é um lugar onde as pessoas podem comercializar produtos e comprar os itens desejados, porém, as negociações ocorrem pela internet. Aqui, existe um site que abre espaço pra que vários lojistas consigam vender seus produtos. Acontece que esse conceito evoluiu bastante e, agora, é possível encontrar essa opção em sites de grandes varejistas — como o Magalu!

A ideia é que o e-commerce de uma grande rede abra espaço pra que outros vendedores comercializem seus produtos. É como se fosse um vasto shopping, só que online. Dá pra todo mundo ver produtos de diferentes lojas no mesmo site, por exemplo.

Você pode se cadastrar no marketplace, criar um perfil, incluir os produtos vendidos e iniciar as vendas. A plataforma escolhida vai oferecer toda a estrutura necessária. Então, o marketplace pode ser usado como canal principal de vendas ou enquanto meio complementar, pra atingir um público maior.

Quais são as principais diferenças entre os dois?

Ok, mas o que será que muda entre o e-commerce e o marketplace? Você também tem essa dúvida? Então, veja só alguns dos pontos que diferem entre esses dois modelos!

Investimento inicial

O e-commerce envolve um maior investimento inicial pra criação da loja virtual, tendo em vista que é necessário montar a página, contratar um servidor seguro e cuidar da infraestrutura do site para que ele apresente uma boa usabilidade ao cliente. Como há todos esses cuidados, o custo costuma ser maior.

Já o marketplace é uma plataforma pronta, certo? Então, o investimento inicial é praticamente zero. Tudo o que o lojista precisa fazer é encontrar o site em que gostaria de vender os seus produtos, fazer o cadastro e começar a vender.

Sendo assim, quando o assunto é investimento inicial, o marketplace se apresenta como uma solução bem mais econômica. É por isso que costuma ser indicado para as lojas que querem aumentar o faturamento, sem a necessidade de desembolsar muito dinheiro de início.

Visibilidade

Quer saber outra diferença entre e-commerce e marketplace? A visibilidade que a loja tem nesses canais. O público pode chegar até um negócio virtual de diversas formas, como por indicação, pesquisa em sites de busca, procura direta pela marca, anúncios nas redes sociais, entre várias outras.

Nos casos de pesquisa em sites de busca, os marketplaces se destacam. Afinal, são plataformas de empresas já reconhecidas no mercado, o que chama a atenção de um público maior.

Além disso, como esses espaços contam com uma grande variedade de produtos, existem mais chances de um cliente, que estava só navegando pelo site, encontrar uma loja que vende justamente aquilo que estava precisando. Sendo assim, os marketplaces também apresentam mais visibilidade que as páginas de e-commerce.

Formas de pagamento

E as distinções não param por aí. A forma de pagamento também pode variar bastante entre um modelo e outro. Nesse ponto, o e-commerce pode apresentar algumas vantagens. Afinal, é o lojista quem escolhe as opções que deseja oferecer ao cliente pra pagar as suas compras.

No entanto, o marketplace também tem as suas vantagens. A plataforma tem a possibilidade de disponibilizar uma maior variedade de formas de pagamento, de modo que o cliente possa escolher a mais adequada para o seu estilo de compra e as suas necessidades do momento.

Segurança das operações

Tanto o e-commerce quanto o marketplace podem ser espaços seguros pra realização de compras online. Contudo, ao criar o próprio site, o investimento pra garantir a segurança das operações costuma ser bem maior, não é mesmo?

Como é a própria loja que precisa cuidar de cada passo pra manter os processos seguros e os dados protegidos, como pede a LGPD, ainda que o trabalho seja terceirizado, existe uma maior responsabilidade e mais cuidados que precisam ser tomados nesse aspecto. Negócios que contam com poucas pessoas na administração podem ver esse fator como uma desvantagem.

Já nos marketplaces, esse processo é bem mais prático. Afinal, a plataforma já vem com todos os mecanismos de segurança necessários para que o lojista faça as suas vendas com tranquilidade.

Branding

Esse é outro dos principais pontos que diferenciam o e-commerce do marketplace: a possibilidade de montar o site com a imagem da empresa. Ao criar o próprio site, a loja tem mais liberdade para configurar o ambiente virtual e fazer com que ele fique mais a cara da marca. Isso é ótimo pra gerar uma identidade visual e fazer com que o público reconheça o negócio com mais facilidade.

Já o marketplace é um ambiente pronto e que não oferece muito essa flexibilidade aos lojistas. A criação do branding, ou seja, da identidade visual e da imagem da loja, não é tão prática nesse caso.

Quais são as vantagens de cada uma das plataformas?

Ao comparar os dois conceitos, deu pra notar que a diferença entre e-commerce e marketplace está em seu formato, certo? Enquanto o primeiro tem um modelo exclusivo pra uma única loja, o segundo permite a comercialização de itens de diversas empresas.

Como você provavelmente quer saber qual modelo escolher e cada um apresenta vantagens específicas, listamos as principais pra ajudar. Acompanhe!

Vantagens do e-commerce

O comércio eletrônico traz alguns benefícios interessantes. Vamos ver?

Maior controle da competitividade

O e-commerce trabalha de forma individual, então, é possível controlar melhor a concorrência. Como o marketplace conta com várias lojas, o consumidor tem acesso a todas as ofertas ao pesquisar um produto, não é assim?

Isso pode fazer com que ele opte mais facilmente pelos produtos dos concorrentes, ou seja, a competitividade é maior. Não há dúvidas de que a internet já oferece um ambiente concorrido e que as ferramentas de busca podem trazer esse mesmo efeito. O jeito é aproveitar seu próprio e-commerce pra se destacar.

Lucratividade

No e-commerce, você não precisa pagar comissão nas vendas, logo, dá pra ter uma lucratividade maior. Mas é preciso fazer essa avaliação com atenção, com projeções e comparando dados. Primeiro, considere o investimento necessário pra manter o site ativo em comparação ao marketplace. Outro ponto é o volume de vendas, já que você vai precisar de um bom público pra conseguir mais conversões e aumentar o retorno obtido.

Vantagens do marketplace

Já o marketplace conta com outros benefícios que merecem destaque. O primeiro é a possibilidade de ter os produtos comercializados em grandes portais criados por lojas que já têm reconhecimento no mercado e uma boa reputação entre os clientes.

Isso traz mais credibilidade às empresas que decidem se tornar parceiras, concorda? Só que existem mais vantagens que devem ser consideradas pra garantir a melhor escolha. Veja quais são!

Oportunidade de crescimento

Ao utilizar um marketplace de empresas reconhecidas, você tem mais chances de crescimento. Isso porque a plataforma já tem maior visibilidade, então, traz pra você um público frequente com acesso às suas ofertas. Assim, basta investir em uma boa estratégia de preços e na criação de ótimos anúncios pra ter mais chances de sucesso nas vendas de marketplace.

Menor custo na operação

Você não precisa ter muitos custos pra implementar a estratégia. Os gastos de implementação de um e-commerce costumam exigir a criação de uma plataforma de vendas completa, estratégias incisivas de divulgação do site e diversos sistemas de segurança do ambiente online. O marketplace já oferece esse pacote completo, o que reduz as despesas necessárias pra começar a vender online.

Facilidade de implementação

O processo pra implementar a estratégia é mais simples, já que todo o sistema está pronto. Além do mais, é comum que o marketplace ofereça suporte aos lojistas pra ajudar no início dessa jornada. Somado a isso, os clientes vão ter toda a segurança necessária pra comprar online, aumentando o nível de confiança da sua loja.

O marketplace consegue oferecer mais diferenciais competitivos e ajuda sua empresa a conseguir maior destaque, além de garantir economia e segurança aos clientes e vendedores. Deu pra notar? Mas, para aproveitar todos os benefícios, é essencial ter um bom parceiro de vendas pra trabalhar nesse modelo, combinado?

Agora que você já sabe qual a diferença entre e-commerce e marketplace, esperamos que consiga identificar a melhor estratégia pra sua empresa. Em alguns casos, é possível combinar as ferramentas: criar um e-commerce, mas trabalhar também com um marketplace pra potencializar os resultados e aproveitar os benefícios dos dois recursos.

Este post foi interessante pra você? Então, continue estudando as suas possibilidades de vendas. Leia mais sobre o que é o marketplace e como ele funciona!

Cadastro plataforma magalu marketplace

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa