Divulgação de produtos na internet

Tudo que você deve saber sobre divulgação de produtos na internet!

O e-commerce está em expansão há alguns anos, sobretudo após as novas demandas que surgiram em 2020, com a pandemia. Pra você ter uma ideia, só no primeiro trimestre de 2021, o aumento nas vendas na internet foi de 72%. Foram 78,5 milhões de mercadorias comercializadas nesse período. Impressionante, né?

Diante de um mercado tão promissor, aparecem alguns questionamentos: afinal, como fazer a divulgação de produtos na internet pra ter sucesso nas vendas? De que maneira encantar o público e chamar gente pra sua loja virtual? Quais são os investimentos necessários nesse quesito?

Se essas dúvidas passam pela sua mente, temos uma boa notícia. As respostas e exemplos de boas práticas de divulgação de produtos na internet estão logo abaixo, neste post. Confira!

Qual é a importância de ter uma boa estratégia de divulgação de produtos?

O principal objetivo da divulgação de produtos na internet não poderia ser outro: atrair clientes. Ao ver um anúncio muito legal e que parece confiável, os consumidores provavelmente vão dar uma chance pra compra — principalmente se essa for uma necessidade que já conhecem.

Os anúncios são uma forma de o cliente lembrar que seu produto existe. Uma estratégia de divulgação bem-feita é capaz de deixar essa memória forte na mente dele. Mesmo que não esteja precisando do produto no momento, ele saberá onde encontrar quando for o momento ideal. Também pode amadurecer a ideia da compra a partir das suas ações (que veremos ao longo deste conteúdo).

Por fim, fique de olho em qual é a sua audiência. Como vimos, uma estratégia de divulgação planejada pode trazer muitos resultados em vendas para o seu negócio. Porém, somente se você alcançar as pessoas corretas. Já pensou investir dinheiro em anúncios pagos que são vistos só por aqueles consumidores que não fazem parte do seu público-alvo?

Então, coloque no seu planejamento estratégico o estudo de quem são os consumidores ideais para os seus produtos. Depois, faça a segmentação nas suas ações, ou seja, direcione-as para as pessoas certas. Uma parte dos clientes recebe melhor alguns meios de divulgação, enquanto outra prefere formas diferentes. E é isso que você precisa estudar pra entender sua audiência.

Como divulgar?

Você já viu quão importante é essa estratégia. Agora, chegou a vez de aprender a divulgar a sua loja virtual com a ajuda do marketing digital. Vem que a gente te explica o passo a passo para o sucesso!

Tenha um blog

Mesmo que você venda pelo marketplace, é importante ter um site institucional. Sabe por quê? É ali que os seus potenciais clientes vão pesquisar sobre a empresa, as soluções oferecidas, as formas de contato, entre outras informações. Aproveite e crie também um blog. Vale investir na produção de conteúdos relevantes pra chamar a atenção da sua audiência.

De acordo com a jornada de compra, existem clientes em diferentes estágios e níveis de maturidade. Há os que nem sabem que precisam do seu produto, enquanto outros estão em busca da solução ideal, mas ainda não conhecem a sua marca. O blog serve pra conduzir essas pessoas e dar visibilidade ao seu negócio.

Nesses conteúdos publicados, pense no SEO, sigla em inglês para Search Engine Optimization — a expressão significa: otimização pra motores de busca. Essa estratégia usa palavras-chave, links pra outros textos do blog, frases curtas, entre outras práticas, pra dar mais relevância ao seu blog. Dessa forma, há mais chances de aparecer na primeira página de pesquisas do Google, por exemplo.

Aqui, vale uma dica: não precisa escrever só conteúdos sobre seus produtos. Aliás, eles devem representar apenas 20% das publicações. É importante que as pessoas tenham confiança na marca primeiro, pra depois decidirem pela compra. E você faz isso ao oferecer conteúdo de valor no seu blog.

Faça links para o e-commerce

Antes de seguirmos para o próximo tópico, vale um adendo. É interessante sim incluir o link da página de compra dos produtos no blog, principalmente pra uma chamada de ação.

Porém, se você vende muitas mercadorias, elas podem ficar sem estoque ou sair de linha em algum momento. Por isso, talvez seja mais interessante linkar pra uma categoria dentro do marketplace, que é mais abrangente.

Use as redes sociais

Aqui no Brasil, 134 milhões de pessoas têm acesso à internet. Delas, 76% utilizam o celular com conexão pra navegar pelas redes sociais — segundo os dados da TIC Domicílios 2019. Já imaginou quantas delas podem ser potenciais consumidoras de seus produtos? Provavelmente muitas, concorda?

É por isso que estar presente nas redes sociais é quase uma obrigação para os negócios que desejam crescer. Ainda mais se seu objetivo é divulgar produtos na internet, esse é um local bem importante. Veja mais dados sobre o assunto:

  • de acordo com estudo do banco Barclays, as redes sociais serão influência ou meio de compra pra 41% dos consumidores;
  • um estudo encomendado do Mercado Livre mostra que mais de 61% dos brasileiros pesquisam pelos produtos na internet antes de finalizar a compra;
  • 81% dos brasileiros acompanham suas marcas preferidas nas redes sociais em busca de novidades, enquanto 75,6% querem mesmo é conhecer as promoções;
  • 78% das empresas têm presença confirmada nas redes sociais –– muitas das quais podem ser seus concorrentes.

Não dá pra ficar de fora, né? Antes que você fique com a empolgação nas alturas querendo falar de seus produtos o tempo todo, um momento de reflexão. Muitos consumidores, inclusive você, já rejeitaram alguma empresa ou mercadoria porque não aguentam mais ser expostos a propagandas dela. Então, vale pensar em maneiras sutis de divulgação.

Uma boa ideia é aliar as estratégias de redes sociais com o blog. Faça publicações que levem o seu tráfego ao site pra complementar os conhecimentos a partir de conteúdos relevantes. Também crie dicas mais rápidas, relacionadas com o universo de seus produtos, para o perfil da página. Quanto mais criativa e visual for a sua abordagem, melhor.

Comércio nas redes sociais

Vale lembrar que alguns aplicativos permitem a integração de vendas ali mesmo. É o caso do Instagram. Ao publicar uma foto com as roupas que você comercializa, por exemplo, é possível linkar a página do produto e o preço. Assim, você direciona o seu cliente ao marketplace pra finalizar a compra.

Por ser algo muito visual, é preciso ter cuidado com as fotos publicadas, pra serem realmente atrativas ao seu público. Aquela história de feed organizado não precisa ser tão meticulosa assim. Você pode criar um padrão de cores complementares, entre outros elementos — a intenção é que a pessoa bata o olho e saiba que se trata da sua marca.

Escolha das redes

Antes de criar perfil em diversas redes sociais e investir em divulgação, pense quais são mais estratégicas para o seu público. Assim, você evita perda de tempo e recursos com publicações que não trarão bons resultados às suas vendas. Em vez de seguir a onda do mercado, faça escolhas eficientes.

Escolha boas imagens

Por falar em imagens, não é só com as publicações das redes sociais que você deve se preocupar. Existe a página de cada produto no seu e-commerce ou marketplace, que precisa de uma descrição sobre eles e fotos. Lembre-se de que o potencial cliente não tem como tocar ou ver de perto essa mercadoria nessas plataformas, como o faz em lojas físicas.

Por isso, as imagens são essenciais. Se você coloca uma só ou não se preocupa com a qualidade das fotos, os consumidores podem desconfiar do anúncio ou sentirem insegurança com a compra. Isso abre margem pra procurarem a concorrência. E não queremos que esse cenário aconteça, certo?

Se puder contratar um fotógrafo pra produzir essas imagens, ótimo. Agora, se não for o caso, não se preocupe, porque é possível fazer boas fotos seguindo algumas dicas:

  • tenha cuidado com o fundo. O produto chama mais atenção quando não disputa espaço com outros elementos da imagem. Tente criar um cenário de fundo infinito com panos brancos ou a solução que achar mais conveniente pra sua realidade;
  • a iluminação também faz parte de uma ótima imagem. Ambientes muito escuros podem causar sombras nas fotos. Nesses casos, a luz natural é a melhor aposta;
  • tire diversas fotos do produto, não somente uma pra ilustrar. A ideia é que o potencial cliente tenha noção das dimensões e de todas as características presentes na mercadoria;
  • use um tripé pra evitar fotos tremidas, garantindo a nitidez dos detalhes;
  • faça uma edição assim que as fotos estiverem finalizadas pra corrigir cor ou outros aspectos que achar interessantes.

Forneça informações precisas

Imagens escolhidas e fazendo jus à qualidade dos seus produtos? Maravilha! Agora, é hora de separar as informações mais importantes pra acrescentar à descrição. Existem alguns cenários possíveis pra isso:

  • produtos industrializados — aqui, entram as vendas de eletrônicos, móveis, eletrodomésticos e tudo que se produz em larga escala. Geralmente, os anunciantes em marketplaces são representantes de determinada marca ou a própria fabricante. A descrição precisa conter especificações técnicas como tamanho, voltagem, material, quantidade de peças etc.;
  • produtos artesanais — são peças de crochê, biscuit, em madeira, laços, roupas pra pet etc. Além das especificações técnicas, vale falar sobre os materiais utilizados pra confecção, durabilidade ou validade, e assim por diante.

Informações corretas, detalhadas e precisas evitam dúvidas ou descontentamento dos clientes no pós-venda na maioria dos casos. Se você enviar algo que foge à descrição, por exemplo, pode ter prejuízos com devoluções.

Nesse momento, vale fazer uma pesquisa entre anúncios de produtos semelhantes. Quais são as principais informações apontadas? Pense como consumidor: o que acha que falta pra deixar a descrição completa, sem necessidade de contatar o vendedor? Anote tudo isso pra aprimorar o seu trabalho.

Antes de ativar o anúncio, muito cuidado com a revisão da escrita. É importante passar o texto por corretores automáticos, ler em voz alta pra localizar possíveis falhas e até pedir ajuda de outras pessoas na leitura. Todo esforço é válido pra evitar erros de grafia, digitação, interpretação etc. Afinal, isso é algo que prejudica a sua credibilidade.

Palavra-chave

Assim como os conteúdos publicados no blog têm muito a ganhar com SEO, os seus anúncios também. Por isso, escolha bem a palavra-chave de cada produto e insira-a no título, mais à esquerda possível. Vale lembrar que ela é o termo pelo qual o seu cliente fará a busca no marketplace — “TV 55 polegadas”, por exemplo.

Na hora de salvar as imagens do produto, coloque essas palavras-chave pra ranqueá-las melhor no Google. No caso anterior, desta forma: TV-55-polegadas-[NOME DA MARCA]. Tenha esses termos em mente ao escrever os anúncios, pra trabalhar com eles também.

Utilize e-mail marketing

Uma boa estratégia de marketing digital pra divulgação de produtos é o e-mail marketing. Uma das principais vantagens é a fidelização dos clientes. Afinal, se compraram uma vez e gostaram, a probabilidade de procurarem a sua empresa no futuro aumenta, ainda mais se tiver o seu empurrãozinho.

Pra nutrir esse contato, uma boa dica é enviar a ele as promoções, condições especiais ou até novidades do seu negócio. A ideia é manter o interesse dele e consolidar a boa imagem da sua empresa. O primeiro passo é ter o consentimento desse consumidor para o envio dos e-mails e newsletters — o que se conquista facilmente ao demonstrar valor nessas interações.

Entre as boas práticas de e-mail marketing, considere:

  • formatar o e-mail de maneira responsiva, ou seja, para o seu cliente acessá-lo de qualquer dispositivo;
  • elaborar um título chamativo, convidativo, mas sem apelação ou sensacionalismo. Afinal, ele terá mais vontade de abrir o e-mail se sentir interesse pela proposta;
  • ter objetividade em toda a interação e, de preferência, usar elementos visuais (que não sejam imagens, pois demoram muito pra carregar). Textos muito grandes cansam a vista e nem sempre cumprem seu objetivo;
  • ter continuidade nos e-mails, mas não inundar a caixa de entrada do seu cliente. A ideia não é irritá-lo, combinado?

Ofereça descontos ou outros benefícios

Considere este cenário: você pesquisa um produto na internet, vê três anúncios semelhantes, com as mesmas condições de entrega (valor de frete e prazo) e de reputação. A diferença está no preço, já que um deles oferece desconto ou brindes na compra. Qual deles seria o seu escolhido? Provavelmente o da promoção, né?

Muitos potenciais clientes pensarão dessa forma. Então, sempre que possível, faça um planejamento pra oferecer benefícios que atraiam consumidores. As promoções em vendas também podem ser de frete grátis, combos de produtos, desconto em pagamento à vista, entrega expressa etc.

Invista no atendimento

Essa, na verdade, é uma dica bônus que não está diretamente ligada à divulgação, mas ajuda a otimizar a imagem da sua marca na internet. Provavelmente, já teve contato com alguma empresa que ofereceu um ótimo atendimento ou que é bem conhecida por isso, não é mesmo? Essa informação circula entre os clientes e ajuda a fidelizá-los.

Assim, a divulgação de seus produtos passa a ser feita por promotores –– um cliente fala pra um amigo, que fala pra um parente, que comunica ao vizinho e assim por diante. Se ao menos alguns deles derem uma chance à sua marca, suas vendas aumentam sem muitos esforços.

Entre as boas práticas de atendimento ao cliente, podemos destacar:

  • prezar pelo atendimento rápido e ágil, tendo em vista que os usuários não querem esperar dias por uma simples resposta;
  • padronizar a linguagem utilizada pra comunicação da marca, com foco em respeito e objetividade;
  • ter em mente o pós-venda, perguntando o que o cliente achou da compra, se teve algum problema ou dúvida e assim por diante.

Como funcionam os processos de divulgação de produtos nos marketplaces?

Você que tem esse objetivo de conquistar sucesso com as vendas online já deve saber o que é marketplace, não é mesmo? Esse espaço oferece bastante visibilidade ao seu negócio, confiabilidade aos clientes, maior alcance e assim por diante. Mas pra conquistar boas oportunidades de negócio, não basta se cadastrar na plataforma.

É preciso entender algumas responsabilidades de ambas as partes pra planejar melhor as suas estratégias. Veja agora o que cabe à plataforma e a você quando o assunto é divulgação de produtos na internet.

Responsabilidades da plataforma

Um grande marketplace tem seus investimentos em propaganda. Assim como qualquer loja, a plataforma quer crescimento e boa margem de lucro. Por isso, cria as próprias estratégias pra colocar o nome na mente de potenciais clientes. No geral, aposta alto: são anúncios na televisão, nas redes sociais, em banners de sites, nos motores de busca e por aí vai.

Vale lembrar que esses anúncios vão com o nome da plataforma de marketplace, sem nenhum momento mencionar a sua marca. Então, não vá pensando que conseguirá diversas oportunidades de venda a partir disso. De fato, estar nesse ambiente significa maior visibilidade e todos os benefícios que sempre mencionamos. Mas, pra se destacar, é preciso ir além.

Assim, o marketplace é responsável por mostrar seu produto quando o cliente pesquisar. Mas esse resultado da busca terá seus concorrentes ao seu lado, que podem ter descrições ou preços melhores, por exemplo. Serão diversas mercadorias semelhantes em uma disputa acirrada pela atenção do consumidor. É aí que entram as suas estratégias.

Responsabilidades dos parceiros

Então, fica evidente que cabe à própria loja se destacar entre seus concorrentes, assim como acontece em qualquer ambiente de vendas. É sua responsabilidade levar seus produtos pra uma posição de destaque, ressaltando as vantagens tanto deles quanto de sua marca.

É então que entram as estratégias que mencionamos neste conteúdo. Tudo começa na criação do anúncio, com fotos eficientes, descrições completas e a escolha de um título informativo. Os clientes não querem ver algo como “Máquina de cortar cabelo incrível” — isso não é muito profissional, concorda? Opte pela combinação: marca + características essenciais.

Por fim, invista nas outras formas de divulgação, incluindo os anúncios pagos. Também mantenha um bom relacionamento com seus clientes. Lembre-se de que, depois da compra, eles podem deixar comentários sobre o produto no marketplace, visíveis pra todos.

Qual é a importância de escolher um bom marketplace?

Vimos como funcionam as políticas de responsabilidade tanto da plataforma de marketplace quanto dos parceiros. Você também tem em mente as vantagens de escolher um marketplace pra começar a vender com sucesso. Mas tem ideia de que nem todos os espaços disponíveis na internet hoje oferecem os mesmos benefícios?

Vamos pensar em uma loja que está começando agora. Provavelmente, somente os parentes e amigos dos empreendedores conhecem o negócio, concorda? Pra chamar a atenção do público, é preciso encontrar quem esteja interessado na compra. Nesse mercado tão acirrado, como fazer isso? A resposta está no marketplace, a começar pela visibilidade.

É como se a sua loja passasse de uma rua escondida do público pra um grande e frequentado shopping. Só que essa estrutura ainda te oferece ajuda com as prateleiras pra colocar os produtos e com as formas de pagamento, por exemplo. Já pensou que quebra de expectativa se essas prateleiras não funcionam direito ou se a maquininha trava na hora de o cliente pagar?

Ou pior: sua loja se muda pra um shopping que não tem boa reputação na internet, pois os clientes já tiveram problemas de segurança no passado. Esses são problemas que afetam as suas vendas online. Afinal, a ideia do marketplace é ajudar com a visibilidade, e não prejudicar as negociações por conta de seus defeitos.

Mais uma vez, estamos diante da importância de escolher uma boa plataforma. Assim, você fica livre dos problemas e preocupações pra se dedicar exclusivamente às estratégias de divulgação e a aumentar suas vendas no marketplace.

Antes de escolher o marketplace parceiro, também vale conferir como é a estratégia de divulgação. Ele se projeta no mercado? Faz anúncios eficientes e em diversas plataformas da própria marca? Esses são indícios de boa visibilidade, fique de olho!

Uma plataforma de confiança também ajuda você a crescer enquanto opera seus negócios. É o caso daqueles que oferecem ferramentas simples pra conferir as vendas, o alcance dos anúncios, o valor médio das transações e assim por diante. São detalhes que facilitam bastante o trabalho dos parceiros.

Magalu Marketplace

Por falar em plataforma de confiança, por que não colocar a sua marca no marketplace do Magalu? Aqui, você conta com a grande visibilidade da marca, reconhecida nacionalmente, e tem suporte para as suas vendas.

Isso sem falar nos treinamentos que oferecemos pra melhorar as suas técnicas de vendas. Você pode aprender mais sobre marketing, gestão financeira, logística, integrações e muito mais.

Tudo isso para o seu negócio conseguir fazer a divulgação de produtos na internet e se sobressair em meio à concorrência. Tenha a certeza de que o Magalu Marketplace oferece apoio total aos parceiros como você. Então, é só investir nas suas estratégias e ver suas vendas aumentando!

A divulgação de produtos na internet é parte essencial do sucesso das vendas digitais. Pra atrair clientes, fidelizar os que já estão na sua base ou mesmo apresentar novas soluções da sua marca, esteja presente nesse meio. Ofereça valor em todas as interações com o público e verá como essa é uma boa estratégia pra se destacar.

E aí, gostou das dicas pra potencializar as suas vendas na internet? A gente não para por aqui! Assine a nossa newsletter e receba em primeira mão outros conteúdos para o seu negócio!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa