gestão de loja virtual

Como fazer gestão de loja virtual?

Você sabia que problemas de gestão de loja virtual podem levar o seu negócio à falência? Pois é! De acordo com o estudo “Sobrevivência das empresas no Brasil”, realizado pelo Sebrae, as falhas administrativas estão entre as principais causas pra empreendimentos fecharem as portas em menos de dois anos de funcionamento. Assustador, não é?

É por isso que precisamos planejar muito bem a abertura da loja e, depois, gerenciar tudo de perto: finanças, estoque e marketing. Esse cuidado é importante não só pra sobreviver, mas pra crescer e arrasar nas vendas on-line. Está com dúvidas sobre como fazer isso? Calma que o Magalu vai explicar tudo neste artigo. Confira!

Como fazer gestão financeira em loja virtual?

A gestão financeira é responsável pelo controle de todo capital da empresa. O objetivo desse monitoramento é garantir que o patrimônio seja usado de maneira inteligente pra que a empresa se desenvolva e dê lucros.

Encontrar maneiras de reduzir custos, captar investimentos e até prever despesas faz parte do trabalho desse setor. A seguir, vamos dar algumas dicas importantes pra cuidar das finanças na gestão da sua loja virtual.

Defina quais são os custos fixos e os variáveis

Os custos fixos são aqueles que precisam ser pagos mesmo se a loja não tiver faturamento nenhum. Se você não vender nada o mês inteiro precisa pagar o aluguel do galpão de armazenagem de qualquer jeito, certo?

Ou seja, esses custos são responsáveis por manter a estrutura da empresa funcionando. Além do aluguel do espaço, entram nessa conta o salário dos funcionários, internet, energia, assinatura da plataforma de e-commerce, softwares de gestão e por aí vai.

Já os custos variáveis são proporcionais às vendas. São os casos da embalagem pra envio, impressão de etiquetas e de notas fiscais, comissão sobre a venda, taxas para as operações com boleto e cartão, custos do frete se ele for grátis etc. Então, à medida que o volume de vendas aumenta, os custos variáveis também sobem.

E por que essa diferenciação é necessária? Pra fazer um bom planejamento financeiro e precificar os produtos. Você vai entender melhor sobre isso na próxima dica.

Precifique os produtos corretamente

Não é apenas o valor de compra da mercadoria em si que precisa ser considerado na hora de definir o preço de venda do produto. Ainda tem os custos fixos, variáveis, impostos, despesas, margem de lucro etc.

Lembra que falamos ali em cima que os custos fixos não alteram, independentemente do faturamento? Quanto maior for o volume de vendas, mais diluídos esses custos ficam em cada produto.

Se a demanda estiver baixa, o produto precisará ser mais caro pra pagar todas aquelas contas. Na prática, isso quer dizer que é necessário definir metas de vendas pra garantir preços competitivos.

Controle o fluxo de caixa todos os dias

O fluxo de caixa é o registro de todo dinheiro que entra e sai — ou que entrará e sairá — do caixa da loja virtual: valores das vendas, pagamentos de fornecedores, funcionários, parcelas de empréstimos, entre outros.

Pra empresa operar no azul, os valores das entradas precisam ser maiores que os das saídas. E você só saberá se a empresa opera no azul se registrar tudo direitinho. 

Tem mais: a atualização precisa ser diária. Dessa forma, você não atrasa pagamentos, nem esquece as cobranças. Além disso, fica mais fácil identificar inconsistências — desvios do caixa, por exemplo — se você fizer esse acompanhamento de perto.

Como fazer gestão de estoque em loja virtual?

Essa é a área responsável por fazer a gestão de produtos e de todos os materiais utilizados pra produção e vendas. Esse controle serve pra otimizar os investimentos em mercadorias, criar espaços adequados de armazenamento e evitar perdas.

Assim, você garante que o dinheiro que investiu em produtos seja revertido em lucros reais. Acompanhe algumas ações necessárias pra uma boa gestão de loja virtual no quesito estoque.

Tenha cuidado com o excesso de estoque

Nem sempre um depósito enorme e recheado de mercadorias é sinônimo de prosperidade. Pelo contrário: o excesso de estoque exige um alto capital de giro, o que pode atrapalhar o pagamento das contas da empresa. Afinal, esse é um dinheiro parado que pode demorar pra ser revertido em faturamento.

Então, mantenha uma quantidade saudável de produtos estocados, combinado? Uma dica interessante é fazer análises históricas de vendas pra dimensionar a quantidade necessária em um curto período.

Faça inventários periódicos

O inventário é uma lista de todos os produtos que a sua loja virtual tem e a quantidade exata de cada item disponível pra venda. Esse registro dá uma visão bem clara do tamanho do seu estoque e do valor do capital investido.

Esse controle é necessário pra identificar perdas — por furto, despachos errados ou deterioração causada pelas más condições de armazenamento — e certificar-se de que sua loja realmente dispõe das mercadorias que acredita ter. Assim, você não corre o risco de vender uma coisa e só depois perceber que não tem estoque disponível.

Utilize ferramentas de gestão

Não há nada de errado em controlar o estoque de maneira manual, com livros ou planilhas de Excel. Mas já existem tantas tecnologias que agilizam e aumentam a precisão desse processo que vale a pena testar. Por exemplo:

  • ERP (Enterprise Resource Planning — em tradução literal seria algo como “Planejamento de Recursos da Empresa”): é um software de gestão empresarial que centraliza todos os dados do negócio. Com ele, é possível automatizar processos e cruzar dados de vendas pra dimensionar corretamente o estoque. Assim, você garante que nada falte ou sobre;
  • SRM (Supplier Relationship Management — em português “Gestão do Relacionamento com Fornecedores”): é um sistema que facilita a comunicação com os fornecedores. Dá pra solicitar orçamentos por meio dele, monitorar o cumprimento dos prazos, estabelecer critérios pra escolha dos parceiros, entre outras ações.

Como fazer gestão de marketing em loja virtual?

O setor de marketing é responsável por criar estratégias de divulgação, posicionamento da marca, segmentação de público, relacionamento com o cliente etc. Tudo isso pra fortalecer a imagem da loja virtual e torná-la mais atrativa aos olhos dos consumidores.

É por isso que a gestão de marketing merece atenção especial. Veja algumas táticas importantes para o setor.

Conheça o seu cliente

É impossível criar ações eficientes sem conhecer muito bem o perfil do seu consumidor. Veja bem: não adianta correr atrás dos jovens, por exemplo, se você vende produtos focados em um público mais maduro.

Identificar quem são os seus clientes, quais são os seus interesses e como eles se comportam é importante pra direcionar as estratégias de marketing. Faz sentido, não é mesmo?

Use as redes sociais

As redes sociais deixaram de ser lugares apenas para as interações pessoais e viraram espaços de negócios. O melhor de tudo é que dá pra ter um relacionamento com o cliente bem mais próximo e informal por meio delas. Já olhou o Instagram do Magazine Luiza e a relação próxima que a nossa Lu tem com o público?

Aproveite essa oportunidade pra estreitar relações e, claro, vender. Mas é bom ter cuidado com o conteúdo e adaptá-lo de acordo com as características de cada rede, viu? O Instagram e o Pinterest, por exemplo, têm forte apelo visual. Então, nesses casos, é preciso focar nas imagens.

Mais uma coisinha: não precisa criar perfis pra loja virtual em todas as redes que existem no mundo. O importante é marcar presença nas mídias em que o seu cliente está. Olha só como conhecer os hábitos do seu consumidor é importante!

Invista em publicidade paga

Os conteúdos orgânicos são aqueles que você não precisa pagar pra veicular. Nas redes sociais, por exemplo, é possível publicar conteúdos à vontade de graça. Na verdade, o custo não é zero porque você pode decidir procurar ajuda profissional pra criar o conteúdo e gerenciar as redes.

O fato é que o alcance dessas postagens é limitado. Então, vale a pena investir nos links patrocinados. Duas das plataformas mais usadas pra fazer isso são o Google Ads e o Facebook Ads.

O processo de gestão envolve muitos detalhes e, para ter sucesso, é importante ficar de olho em todos eles. Se você já tem uma loja virtual, saiba que também pode participar do Magalu Marketplace e trabalhar com os dois modelos de negócios. As nossas dicas, inclusive, se aplicam a ambos!

De toda forma, lembre-se de reavaliar a gestão da loja virtual de tempos em tempos. O mercado evolui, o comportamento do consumidor muda e cada empresa tem particularidades. Sendo assim, é importante que a gestão do negócio seja adequada à sua realidade.

Curtiu o conteúdo? Então, compartilhe em suas redes sociais e ajude seus colegas a obterem melhores resultados.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa