Integração ERP

Como funcionam as integrações de um ERP em um marketplace?

A possibilidade de integração do ERP com plataformas digitais é uma das bases estruturais da transformação digital. Neste post, você vai entender — e se surpreender —, com o que vamos falar sobre o tema quando o assunto é marketplace.

Só pra te dar uma ideia, imagine uma festa onde cada participante fala uma língua diferente. Softwares sem integração funcionam mais ou menos do mesmo modo, ou melhor, não funcionam com a mesma agilidade, automação, segurança e confiabilidade, como ocorre com os sistemas integrados.

Mas chega de analogias! Vamos direto ao ponto sobre como a integração é importante pra estruturar o seu negócio e a sua operação, modernizando os processos com foco na satisfação do cliente. Confira!

Como funciona a integração ERP?

Antes de o sistema ERP surgir, as empresas conviviam com vários cadastros de produtos e clientes em cada um dos seus departamentos. Uma empresa como o Magalu precisaria de um sistema específico pra cada setor, como o de logística, o financeiro e todos os outros.

Por causa disso, um pedido gerado pelo comercial não podia ser usado pelo financeiro, que precisava lançar os dados da venda novamente. Após a emissão do boleto, a baixa nas contas a receber também precisava ser feita manualmente, pois os sistemas antigos não tinham integração com os bancos.

Na hora de levantar os dados pra elaborar o planejamento estratégico, por exemplo, era preciso fazer uma verdadeira garimpagem em vários sistemas e, por vezes, em registros efetuados em planilhas e até mesmo em papel. Muitos dos relatórios gerados na época agora podem ser consultados em tempo real e são criados automaticamente pelo sistema de gestão.

É verdade que isso faz bastante tempo, mas essa lembrança facilita a explicação sobre a importância da integração e a relação dela com os sistemas ERP. Atualmente, as demandas por integração vão muito além das funções básicas de um sistema de gestão.

A estruturação para a transformação digital

A transformação digital de que tanto falamos está muito mais relacionada à forma como usamos os dados, sejam os disponíveis sobre o comportamento do consumidor, sejam os financeiros que indicam os resultados das vendas.

Nesses casos, as informações precisam ser usadas pra entender o mercado e o cliente e, a partir disso, elaborar novas formas de gerar valor e garantir um atendimento de excelência.

Contudo, esses levantamentos têm que ser feitos com o máximo de agilidade. O nosso tempo deve ser gasto pra analisar os dados do ponto de vista estratégico, além de garantir a perfeita e ágil execução das tarefas, como a de separação e envio dos pedidos.

Pra isso acontecer, é preciso contar com a automatização dos processos, o que é impossível sem integração. Afinal, os sistemas não têm como calcular a quantidade de determinado item a ser inserido num pedido, por exemplo. Eles precisam operar com esse tipo de informação disponível em todas as etapas do processo de envio de mercadorias.

Como a integração é feita em um marketplace?

Em um marketplace, muitas são as informações que precisam ser trocadas entre o sistema e a plataforma de vendas. Sem a integração, todos os dados de cadastro do produto, como características e preço, precisarão ser inseridos manualmente.

Do outro lado, todas as vendas efetuadas no marketplace precisarão ser lançadas no sistema de gestão ERP pra um perfeito acompanhamento operacional e financeiro.

Por isso, quanto melhor e mais completa a sua integração, mais tempo você vai poder dedicar à análise dos resultados e às ações que podem aumentar as suas vendas — no lugar de se ocupar com detalhes mais operacionais, que são fundamentais pra garantir a satisfação do cliente e o funcionamento dos processos internos.

Estratégia e aumento das vendas

Eles também são importantes pra evitar descontentamentos, reclamações, cancelamentos e outros problemas que podem influenciar negativamente os resultados, provocando diminuição das vendas. No entanto, escalar vendas depende diretamente de um foco mais estratégico, um dos grandes benefícios da automação.

O nível de integração depende de uma série de detalhes, inclusive das funcionalidades do sistema que você escolheu. Boa parte das integrações é viabilizada por meio de uma ferramenta chamada API, interface que padroniza e troca dados entre diferentes sistemas.

Pra quem não conhece muito sobre tecnologia, é como se estivéssemos falando de um tradutor, capaz de fazer correspondências entre diferentes códigos e nomenclaturas, por exemplo. Então, você já sabe que algumas dessas possibilidades precisam ser verificadas de modo específico, considerando o seu sistema.

Programas homologados

Pra facilitar, publicamos um documento com a lista dos programas integradores homologados pelo Magalu. Assim, você pode consultar os detalhes de integração da sua plataforma, ERP ou API.

Ao clicar na solução que utiliza, você vai conferir um passo a passo de integração do seu sistema com o programa do Magalu. Então, vamos conferir algumas das possibilidades que você terá de modo geral?

Processos passíveis de automatização

Já falamos a respeito da importância da automação, mas talvez você ainda tenha dúvidas sobre o que é possível fazer a partir dela. A principal é que, quando um pedido for gerado na plataforma do marketplace, ele poderá ser replicado automaticamente no seu sistema.

Como consequência, todos os outros lançamentos ocorrerão em tempo real, inclusive o acompanhamento financeiro, gerando um fluxo de caixa e as outras funcionalidades que você tiver disponíveis, desde que faça todos os detalhes da integração de maneira correta.

É possível configurar vários itens pra permitir a automação, como as nomenclaturas de status de acompanhamento dos pedidos, que podem figurar automaticamente, por exemplo, como pagamento confirmado ou a confirmar.

O mesmo pode acontecer com o nome da transportadora e o método de entrega. Isso se o seu sistema suportar e se a integração for feita corretamente.

Além disso, considere que a integração tem duas vias. Assim, as consultas de detalhes de frete, por exemplo, também poderiam ser configuradas no processo de integração. O mesmo acontece com os produtos e as condições de venda, incluindo preço, estoque, margens de segurança de estoque e assim por diante.

Pra terminar, destacamos que a integração ERP é um passo importante pra estruturar e modernizar a sua operação, pois as explicações mais detalhadas precisam ser feitas de modo mais específico, conforme a ferramenta usada. Essa informação você pode buscar na lista de programas que indicamos anteriormente aqui no post.

Mas se sua loja ainda não está cadastrada com a gente, o seu primeiro passo é iniciar o processo e começar a vender. Vamos começar?

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa