O que é marketplace

O que é marketplace, qual a sua importância e como ele funciona? Entenda!

Ainda não está claro para você o que é marketplace e o modo como ele funciona? Então você vai gostar deste post que a gente preparou. A primeira coisa que você precisa saber é que esse modelo de negócio é uma excelente alternativa para quem está querendo aumentar suas vendas explorando a internet.

Afinal, pra se manter competitivo no mercado, é preciso desenvolver um diferencial. Assim, buscar novos campos e mercados é uma forma de você se destacar da concorrência, atender um público cada vez maior e ter sucesso com seu negócio.

A internet é um espaço que traz inúmeras possibilidades, e para quem está começando a utilizar o meio digital, o marketplace oferece uma estrutura completa e fácil de usar. Gostou da ideia? Continue lendo para esclarecer todas as suas dúvidas!

O que é marketplace?

Quem quer vender algum produto pela internet de forma profissional precisa de um espaço para fazer isso. Existem empresas que decidem criar a sua própria loja virtual montando tudo de forma independente, como se estivessem abrindo uma loja física.

Nesse caso, é preciso ter atenção com vários detalhes, como a compra de um domínio, a contratação de uma hospedagem, o aluguel de uma plataforma, profissionais para desenvolverem a loja, entre outros. Tudo fica por conta de quem está montando o site de vendas.

Ao ver a definição de o que é marketplace, levando em consideração esses aspectos, a gente percebe que ele proporciona uma forma descomplicada de vender produtos online. Não é necessário cumprir todas essas etapas que citamos.

O Marketplace funciona como uma espécie de shopping virtual. Cada lojista tem o seu espaço dentro da plataforma, e é ela que garante a estrutura para que essas lojas existam. Em resumo: é um grande site com uma estrutura completa que trabalha por meio de parcerias, oferecendo todo o recurso que o lojista precisa pra começar suas vendas online.

Como esse modelo funciona?

A definição mais simples pra entender o que é marketplace é essa ideia de shopping online. Tomando o Magalu como exemplo, temos um grande portal que pertence ao Magazine Luiza e que oferece oportunidades principalmente para pequenos varejistas anunciarem seus produtos.

No Magalu Marketplace, o dono de uma loja de sapatos, por exemplo, pode dar início a uma parceria para reservar um espaço dentro da plataforma e montar sua loja ali. Ele tem a liberdade de organizar a vitrine com os produtos que quer vender.

A plataforma disponibiliza a estrutura de base para que ele acrescente fotos, descrições, insira opções de pagamento, entre muitos outros recursos. Isso sem a necessidade de o parceiro fazer um investimento inicial.

Esse lojista passa a ter o seu espaço na internet associado a uma grande marca. O próprio time da plataforma fica responsável por fazer campanhas de marketing e atrair o público para compras nas lojas dos parceiros.

Assim, o lojista só precisa disponibilizar uma vitrine atrativa, preços competitivos, oferecer um bom atendimento e cumprir prazos. Afinal, é preciso que os clientes estejam satisfeitos para que a parceria com a plataforma seja um sucesso.

Você pode se perguntar o que a plataforma de marketplace ganha com tudo isso. Bem, como explicamos, não existe um investimento inicial em estrutura, e geralmente o lojista não paga nada para anunciar seus produtos.

Para que a plataforma também tenha lucro e continue oferecendo um espaço gratuito, ela recebe uma pequena porcentagem das vendas realizadas. Se nada for vendido, nada será cobrado.

Qual é a diferença entre marketplace e e-commerce?

Explicamos o que é marketplace dizendo que funciona como um grande shopping virtual, certo? Porém, é bastante comum a confusão ou dúvidas a respeito da sua diferença para o e-commerce. A boa notícia é que não é difícil entender!

Quando falamos em e-commerce, estamos nos referindo às transações comerciais que acontecem pela internet com o suporte de recursos tecnológicos. Quem monta um site de leilões está atuando com e-commerce, também aquele que decide montar uma loja virtual.

Uma plataforma de marketplace é um dos modelos de negócio dentro do e-commerce. Ela possibilita a realização de transações comerciais online, pois o lojista anuncia e divulga os produtos em meio digital e os clientes fazem a compra utilizando o computador ou celular, por exemplo.

Quando uma empresa ou profissional começa a utilizar a internet como forma de expandir o seu mercado de atuação, está trabalhando com e-commerce. Isso pode ser feito utilizando um site, loja virtual ou o marketplace.

Quais são suas principais vantagens e desvantagens?

Qualquer novo investimento precisa ser estudado com cautela para entender seus pormenores, e isso não é diferente no universo virtual. Se você estiver pensando em uma parceria com marketplace, é importante conhecer os dois lados da moeda.

Todo modelo de negócio tem suas vantagens e desvantagens ou, pelo menos, alguns desafios que precisam ser enfrentados para dar certo. Então, neste tópico listamos os aspectos positivos e aqueles que exigem atenção na hora de aderir a um marketplace. Veja!

Vantagens do marketplace

Pela explicação sobre o que é marketplace e como ele funciona você já pôde perceber que esse modelo de negócio é bem atrativo. Agora, que tal entender exatamente por que ele vale tanto a pena?

Custos e retornos

Um dos maiores atrativos do marketplace é o baixo custo de investimento. Explicamos que toda a estrutura é organizada pela marca que gerencia a plataforma, por isso, você não precisa se preocupar com os detalhes de uma loja virtual comum.

E não é só isso, porque no Marketplace Magalu, além de o seu negócio estar no site, seus produtos serão anunciados no aplicativo. Ou seja, você tem dois canais diferentes para atrair o público, sem gerar custos extras.

Isso, é claro, vai trazer um retorno muito melhor, já que estará em mais de um canal. E ainda, o seu negócio é vinculado a uma marca forte, que já ganhou a confiança das pessoas e, muitas vezes, tem a preferência delas na hora das compras.

Você não precisa se preocupar com campanhas de marketing porque seus produtos vão aparecer nos resultados de busca na internet. Então, o custo acaba sendo muito menor do que montar uma loja própria, e o retorno é maior por causa de toda a estrutura e suporte que você recebe.

Aumento das vendas

Comparando o marketplace com uma loja física, o grande diferencial é o fato de você estar na internet. Isso significa que a sua marca será vista por um número muito maior de pessoas, transpassando os limites geográficos. Em vez de atender somente sua cidade ou região, poderá atingir o Brasil inteiro.

Esse fato por si só é um grande alavancador das vendas, mas tem ainda outra vantagem que a gente falou no item anterior, sobre as campanhas de divulgação promovidas pela plataforma. Você não tem custo com marketing se não quiser e, mesmo assim, seus produtos serão divulgados.

A plataforma de marketplace ganha de acordo com o sucesso dos seus parceiros, por isso, ela os ajuda a vender mais, já que assim todo mundo é beneficiado. O time de especialistas não mede esforços para garantir que sua vitrine apareça primeiro para o público, então, tem mais chances de vender!

Crescimento do negócio

Mesmo uma empresa que faz bastante sucesso com suas vendas físicas pode ter um crescimento maior migrando para a internet. Esses dois modelos de negócio podem coexistir, permitindo alcançar um mercado muito mais amplo.

A vantagem de aderir ao marketplace é levar sua marca para o meio digital sem a necessidade de fazer grandes investimentos, e tendo o suporte de uma marca sólida. Basicamente, é como se você começasse grande na internet porque encontra toda uma estrutura pronta.

Maior competitividade

Os hábitos de consumo das pessoas estão se tornando cada vez mais digitais, caracterizando um crescimento das vendas online. Logo, lojas, empresas e profissionais precisam marcar presença na internet. Isso é fundamental para que a concorrência não acabe tendo um destaque maior e ganhando a preferência dos clientes.

Você pode migrar com facilidade para o meio digital aderindo ao marketplace porque, como viu, é uma estrutura que já está pronta, o que vai garantir a competitividade do seu negócio. Isso é diferente de quando montamos uma loja virtual do zero, que ainda não é conhecida por ninguém.

Na internet existem diversos fatores que fazem com que sites e lojas apareçam nas primeiras posições dos resultados de busca. Quando uma loja é montada do zero, ela precisa se esforçar bastante para passar à frente dos veteranos.

No marketplace você fica dentro de um sistema que já está funcionando. A marca tem destaque no mercado, já ganhou essas posições nas buscas, e os seus produtos podem aparecer lá no topo.

Desvantagens do marketplace

Não podemos dizer que o marketplace tenha de fato desvantagens. O que acontece é que, devido ao modo como ele funciona, pode não atender aos desejos ou necessidades de determinados perfis de empreendedores ou empresas.

Em nossa definição sobre o que é marketplace, explicamos que ele simula um shopping, certo? Nem todo lojista deseja estar em um shopping. Alguns fazem questão de alugar o seu próprio espaço para fazer o que bem quiser por ali.

No caso do marketplace, tem algumas regras que precisam ser seguidas, o que pra alguns pode soar como desvantagem. No Magalu, por exemplo, uma dessas regras é fazer a divulgação da foto dos produtos com um fundo branco. Também é necessário que o lojista tenha um CNPJ, para que possa emitir nota fiscal.

Outro detalhe é que a plataforma do marketplace pertence a um terceiro, ou seja, à marca que administra aquele espaço. Basicamente, os parceiros têm uma concessão de uso e podem continuar usufruindo das ferramentas, recursos e suporte técnico seguindo as regras que foram definidas pela marca.

Em um marketplace, você não tem um site próprio, como aconteceria com uma loja virtual. E ainda, é preciso sempre ter o cuidado na hora da precificação dos produtos porque um pequeno percentual da venda é destinado para a plataforma.

Quais são os principais desafios enfrentados?

Até aqui, com a nossa explicação sobre o que é marketplace e as vantagens que ele apresenta, parece ser um modelo de negócio bem atrativo, não é mesmo? Ainda que seja necessário seguir algumas regras para participar, os benefícios se sobrepõem a elas.

De toda forma, não podemos negar que também existem alguns desafios para quem deseja dar início a esse investimento. Neste tópico estão os principais deles para que você possa se prepare desde já.

Encontrar uma boa parceria

Embora a definição de o que é marketplace seja válida para todos os sites desse tipo, cada plataforma tem o seu modo de trabalhar. Há diferenças entre as suas políticas, termos de uso, o percentual sobre as vendas, possíveis taxas de anúncio, entre outros detalhes.

Portanto, quem deseja ser um parceiro deve estudar as opções de plataforma para definir aquela que está melhor alinhada com os seus interesses. Esse é um desafio porque você precisará conferir cada detalhe, a fim de não ser pego de surpresa.

Mas, não é algo tão terrível assim. Você só precisa estabelecer quais aspectos são relevantes e procurar na própria plataforma as publicações que falam sobre como ela funciona, direitos deveres e obrigações do parceiro, e assim por diante.

Adaptar-se ao modelo de negócio

Principalmente para quem está habituado às vendas físicas, migrar para internet pode ser um desafio na hora de se adaptar ao modelo de negócio. Não existe mais aquele contato próximo com os clientes, então, as abordagens e o atendimento funcionam de um jeito diferente.

Para expor um produto, por exemplo, em uma loja física, basta colocar na vitrine para que ele seja visualizado e sempre que houver qualquer dúvida, o cliente conversa com o vendedor. Na internet é necessário criar uma descrição para que essa pessoa conheça os aspectos principais daquela mercadoria.

Tem também a forma de pagamento, que é diferenciada, pois tudo feito por meio de plataformas digitais. É necessário ter atenção com os canais de atendimento, responder dúvidas com clareza por ali, estar sempre atento às regras de utilização da plataforma, entre outros.

Porém, essa adaptação acontece em pouco tempo porque acaba se tornando um processo rotineiro. Se organizando bem e buscando o máximo de informação, esse desafio será enfrentado contra com tranquilidade. Fazendo parceria com uma boa plataforma, ainda tem o suporte dos profissionais que trabalham ali, para ajudar com qualquer dificuldade.

Fazer o controle logístico

Quando falamos em controle logístico não se trata apenas do estoque. Esse é um aspecto muito importante e que você precisa ter atenção para não deixar faltarem produtos. Também para não anunciar aqueles que já acabaram, que estão fora de linha ou que têm cores, modelos e especificações diferentes.

Porém, a logística vai além disso, pois vendendo pela internet é preciso fazer o despacho das mercadorias. É importante calcular muito bem o valor do frete, o prazo de entrega e assegurar que esse produto chegará íntegro para o seu cliente.

Essa organização é um dos aspectos principais, e que faz toda a diferença para oferecer um bom atendimento. Quem compra pela internet quer saber onde está a mercadoria, quando ela vai chegar, quanto é preciso pagar para tê-la em casa. Todas essas informações devem ser precisas.

Para não ter dificuldade com esse desafio, é importante contar com uma plataforma com bons recursos e ferramentas para disponibilizar esses cálculos para os seus clientes. Também se planeje a respeito das entregas e estabeleça políticas para solucionar problemas quando eles acontecerem.

Quais práticas devem ser aplicadas ao iniciar um marketplace?

O seu negócio pode decolar na internet fazendo uma parceria com o marketplace. Mas, para realmente ter sucesso, você precisa aplicar algumas práticas e começar do jeito certo. Assim, esse processo de migração digital será tranquilo, sem problemas no futuro. Veja a seguir algumas boas práticas para quem está começando.

Definir um nicho de mercado

Existem diversas formas de você definir qual é o melhor nicho de mercado para dar início ao seu marketplace. Alguns fatores que podem ser considerados são:

  • gostos e interesses pessoais;
  • familiaridade com uma determinada área;
  • conhecimentos ou formação em um ramo;
  • identificação de oportunidades;
  • maiores chances de crescimento;
  • valor do ticket médio;
  • baixa concorrência.

Quando for definir seu nicho, considere seus objetivos pessoais e profissionais. Algumas pessoas preferem aquilo que traz satisfação, o que elas gostam de fazer. Outras têm uma visão mais empresarial e querem bons lucros. Há também aqueles que desejam se manter em sua área de atuação, para não ter que se aventurar em algo diferente.

Não importa o que vai nortear sua escolha. Apenas considere que você vai trabalhar com aquilo, e por isso é importante que seja algo que estimule a sua dedicação e empenho. Como em qualquer negócio, é necessário estar sempre presente para que as coisas deem certo.

Fazer um planejamento

Mesmo que você não tenha que fazer grandes investimentos no começo, é preciso se planejar na hora de aderir a um marketplace. O planejamento não envolve apenas custos, mas a estruturação de um negócio e todos os seus aspectos, que precisam estar bem definidos para que você não tenha problemas ou dificuldades.

A definição do nicho é uma das partes do planejamento, assim como:

  • conhecer os concorrentes;
  • definir quais produtos vender;
  • calcular o lucro sobre cada um deles;
  • entender a precificação do mercado;
  • analisar as preferências dos consumidores;
  • trabalhar a presença em redes sociais;
  • determinar os canais de comunicação;
  • contratar colaboradores.

São vários aspectos que precisam entrar nesse planejamento, não apenas esses que citamos. Quanto mais detalhado for o seu plano, mais fácil será gerenciar o marketplace, pois tudo já estará muito bem definido, e não haverá dúvidas ao longo do tempo ou, pelo menos, elas serão menores.

Escolher a plataforma ideal

Já falamos um pouco a respeito dos desafios com a plataforma de marketplace, lembra? Pra que você possa tomar uma boa decisão, aconselhamos, também, procurar pelos melhores marketplaces: marcas que já estão consolidadas, ganharam a confiança do público e têm uma boa presença de mercado.

Isso vai trazer diversas vantagens logo de início, como o fato de ter à sua disposição todos os recursos que precisa para montar uma loja completa. Também não estará embarcando em um site que está começando agora, mas um que já está funcionando há muito tempo; e por isso está bem estruturado.

De toda forma, mantenha o foco nas dicas que deixamos antes de conferir cada detalhe de como funciona a plataforma, suas regras, termos de uso, entre outros aspectos. Afinal, ela precisa estar alinhada com os seus interesses pra oferecer o que você precisa para alcançar suas metas e objetivos.

Buscar bons fornecedores

Os fornecedores são uma parte importante da estruturação de um marketplace. São esses parceiros que vão garantir que você terá à disposição do público os produtos que foram anunciados; portanto, eles não podem falhar.

Mas também não é só isso. Além da disponibilidade, os fornecedores precisam ser flexíveis, oferecer preços justos, boas condições de pagamento e, é claro, ter mercadorias de qualidade, para que os seus clientes fiquem satisfeitos com as compras.

Adotar um sistema de gestão

Lembre-se de que com o marketplace você está aderindo de vez ao e-commerce, levando suas transações comerciais para a internet, ou seja, ao meio digital. Assim, já não é mais compatível fazer controles e a gestão do negócio utilizando papéis, não é verdade?

Um sistema de gestão é a melhor alternativa, e ele tem sido adotado inclusive por empresas físicas, justamente pela facilidade que oferece. Nesse sistema, as informações e dados ficam reunidos em um só lugar.

Com ele, você pode fazer o controle de todos os aspectos do seu negócio, envolvendo finanças, rotinas, clientes, estoque e assim por diante. Além de evitar erro humano, perda de dados e toda a bagunça que a papelada faz, você ainda consegue acessar facilmente tudo isso, gerar relatórios e acompanhar em detalhes o desempenho em um determinado período.

Não foi difícil entender o que é marketplace e como esse modelo de negócio funciona, não é? Se você se planejar e adotar todas as medidas necessárias pra começar do jeito certo, o sucesso será garantido. O Magalu Marketplace tem tudo o que você precisa para migrar de vez pra internet, criando uma loja virtual incrível com excelentes recursos!

Gostou das nossas dicas? Então compartilhe essas informações em suas redes sociais para que outras pessoas também conheçam as vantagens de aderir ao marketplace!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa