tipos de marketplace

Fique por dentro dos 5 tipos de marketplace que existem

Não é à toa que todos os tipos de marketplace estão, a cada dia, apresentando números cada vez mais exponenciais. É claro, a pandemia foi o fator explicativo para tal, mas apenas isso é resultado dos números apresentados?

Segundo os dados da pesquisa da Ebit/Nilsen, em 2020, 84% do faturamento total do e-commerce são oriundos dessa modalidade. Mas então, diante desse sucesso, quais são os segmentos que mais transparecem esses resultados? Se essa é sua dúvida, conheça os cinco tipos que separamos!

1. Marketplace de Produtos

Esse é, sem sombra de dúvidas, na lista dos tipos de marketplace existentes, o mais popular. O foco dessa plataforma é realizar a venda de diferentes tipos de produtos, sendo, na grande maioria, voltados para artigos pessoais — do tipo roupas, calçados, perfumaria, por exemplo — e para casa — como eletrodomésticos, móveis, entre outros.

Um parceiro de um marketplace pode vender diferentes tipos de produtos, não sendo necessariamente dentro do mesmo segmento. O Magalu é um exemplo popular, sendo um dos mais consumidos no país.

2. Marketplace de Serviços

Afinal de contas, somente coisas tangíveis podem ser comercializadas na internet? A resposta é bem clara: não. Quando falamos de marketplace de serviços, estamos falando de pessoas ou modelos de negócios que oferecem seu trabalho após serem contatados dentro de uma plataforma.

Parece algo distante para você? A Uber, a 99, a Get Ninjas, a LogBee e a Aí que fome representam esse tipo de marketplace e são extremamente populares. Sendo assim, nesse caso, além da experiência e do serviço recebido, você está contratando um profissional que realizará algo que é demandado.

3. Marketplace de Agendamento

Essa modalidade de plataforma oferece aos seus usuários a possibilidade de reservar um horário específico em salas. Sendo assim, em situações randômicas, profissionais como médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, entre outros, podem agendar um local para fazer atendimento.

4. Marketplace de Aluguel

Outro grande segmento que foi revolucionado com a introdução do marketplace foi o de serviços de hotelaria. Antes da entrada de marketplaces, como o Airbnb, era mais comum se hospedar em um quarto de hotel ou um apart-hotel.

Entretanto, com as mudanças e a entrada desse novo segmento, é possível locar espaços inteiros e não limitando apenas aos serviços ofertados pelo setor de hotelaria. Outros exemplos, nesse caso, são plataformas que permitem locar carros, barcos, consultórios, salas comerciais, iates, entre outros.

5. Marketplace de Anúncio

Seguindo a linha dos tipos de marketplace, vamos encerrar com as plataformas de anúncios. Como o próprio nome já diz, a ideia é vender espaços que podem ser utilizados para uma comunicação.

Por exemplo, você pode encontrar mídias eletrônicas com painéis de LED ou até mesmo outdoors, que já é um tipo de publicidade em desuso e mais específica. Para quem deseja fazer anúncios, contar com essas oportunidades é bastante interessante.

Como dito, o mercado eletrônico cresceu exponencialmente diante de novos hábitos de consumo. A cultura de compra online ganhou força e já faz parte da rotina dos brasileiros. Eles podem atuar de maneira independente ou a partir de integrações ERP entre o marketplace e o site do parceiro.

Em conclusão, são vários os tipos de marketplace existentes no mercado. Para quem deseja investir nesse negócio, é preciso entender como ele atua e quais são os diferenciais da empresa em questão. E para quem quer vender no Magalu, como isso pode ser feito?

Você sabe quais são os diferenciais do Magalu? Aproveite e venha conhecer mais sobre o nosso marketplace e entenda como podemos te ajudar a crescer e conquistar boas vendas!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa