Vender roupa de bebê online

Vale a pena vender roupa de bebê online? Veja dicas!

Já não é segredo que o universo digital está cada vez mais aberto às vendas online e que os brasileiros estão mais receptivos a esse modelo de compra. No entanto, será que dá para apostar em todos os tipos de produtos? Por exemplo: dá pra vender roupa de bebê online e conseguir boa rentabilidade?

A dúvida é válida e demonstra a prudência de um empreendedor. Afinal, antes de se jogar com tudo, é importante conhecer os riscos e as perspectivas de boas conquistas, não é mesmo?

Por isso, você verá nesta leitura como está o mercado de roupas infantis na internet e quais são as dicas pra começar com tudo. Confira!

Vender roupa de bebê online vale a pena?

Bem, antes, saiba que as vendas digitais demonstram um crescimento constante. De acordo com a pesquisa Webshoppers da edição 43, o faturamento do comércio eletrônico no Brasil chegou a R$ 87,4 bilhões em 2020. Além disso, nesse mesmo ano o mercado contou com 13,2 milhões de novos consumidores; ou seja, pessoas que passaram pela primeira experiência nesse formato de aquisição.

Sem dúvidas, a pandemia foi grande precursora pra agilizar esse movimento no comportamento de consumo, que já demonstrava sinais crescentes. Com isso, até marcas de roupas infantis renomadas e com grande bagagem nas vendas físicas passaram por uma transformação digital, como mostra a reportagem publicada no Estadão.

As pessoas estão, assim, mais inclinadas a comprar pela internet. Somado a isso, os empreendedores e lojistas estão percebendo a importância de apostar no digital. Tudo indica que vender roupa de bebê online vale a pena, assim como apostar em outros nichos. No entanto, pra obter bons resultados, é importante ter uma direção, viu?

Quais as dicas para vender roupa de bebê online, então?

Bem, e quais as dicas para arrasar nesse nicho? Acompanhe as seguintes!

Analise as tendências de mercado

O mercado costuma seguir tendências. Por isso, quem trabalha com vendas, principalmente no segmento de roupas e calçados, precisa estar em alerta sobre as novidades.

Com a internet, é possível compartilhar e acompanhar facilmente pessoas e estilos de vida do mundo inteiro. Assim, é totalmente possível que peças de vestuário fiquem em voga de uma hora para outra. Aliás, essa oportunidade pode até se transformar em estratégia competitiva pra quem saber jogar.

A artista famosa que posta o visual lindo da filha, aquele cantor internacional que publica a foto do aniversário do filho ou a influencer que divulga o vídeo do batizado da sobrinha: tudo serve de inspiração para criar moda infantil e inovar na publicidade da loja.

Busque fornecedores adequados

As pessoas compram pela internet devido à comodidade. Mas elas também se preocupam com qualidade. Por isso, antes de fazer parcerias com fornecedores de produtos, investigue se eles estão nos padrões esperados. Alguns detalhes importantes podem ser tecido macio e costuras bem feitas.

Ainda nesse ponto, não se esqueça da confiança na parceria. Quando você precisar de reposição no estoque, por exemplo, é fundamental que o fornecedor cumpra o combinado.

Estruture o modelo de estoque

Falando nisso, também é interessante planejar o modelo de estoque mais compatível com a loja e o tipo de público. Para chegar a uma conclusão, estude os detalhes sobre os diversos tipos, como estoque físico, estoque compartilhado, estoque consignado, entre outros.

De forma resumida, existe a possibilidade de manter uma reserva de determinada quantidade de peças em um depósito, que inclusive pode ser um quarto da sua própria casa, se a loja operar apenas no digital e for pequena.

No entanto, essa reserva também pode ser mantida junto da loja física ou, ainda, ficar em posse de terceiros. Essa decisão depende de muitos fatores, além de influenciar a produtividade da loja.

Capriche na exposição dos produtos

Esse é um dos pontos que mais chama a atenção na hora de comprar pela internet. Por isso, ao vender roupa de bebê online, a regra não é diferente. Invista em boas fotos para loja virtual, pois as imagens são responsáveis por atrair o interesse no primeiro momento.

Assim, tenha em mente a importância de apostar em fotos originais, mesmo que já existam outros produtos idênticos ao seu em outros sites. Isso tornará as roupas diferenciadas. Se puder ter modelos mirins, melhor ainda, já que possibilita às mamães e aos papais visualizarem como a roupa veste.

Além disso, coloque descrições completas sobre cada peça: material do tecido, tamanho, indicação de idade, entre outros detalhes.

Defina os métodos de pagamento

Outra decisão que faz toda a diferença nos resultados é definir os métodos de pagamento. Saiba que, dependendo da sua escolha, você poderá atrair ou restringir o público. Se o objetivo é tornar as vendas acessíveis, é recomendado possibilitar formas de pagamento variadas: cartão de crédito, boleto bancário, Pix, além de parcelamentos. 

Qual o melhor lugar para vender os produtos?

A internet permite vários canais pra você vender. Um site de loja virtual é uma forma de marcar presença e construir confiança na marca. E o marketplace é uma excelente opção, inclusive porque oferece muitas oportunidades sem a necessidade de fazer investimentos financeiros na estrutura de um site próprio.

Além disso, os marketplaces já contam com credibilidade no mercado, são locais confiáveis e fornecem uma boa experiência para lojistas e consumidores. Também facilitam toda a logística e o planejamento. 

Em um marketplace renomado, o próprio consumidor tem o costume de buscar o que precisa. Ele já conhece a operação, sente segurança na aquisição e está mais disposto a comprar por esse canal do que arriscar um site ainda desconhecido, por exemplo.

Na prática, você pode investir tanto em um site próprio quanto no marketplace, além de estar em redes sociais. Isso porque se fazer presente em vários locais é uma forma de atrair mais pessoas. E vale reforçar que o marketplace é uma das melhores apostas pra quem ainda está dando os primeiros passos no universo digital.

Como você percebeu na leitura, dá sim pra vender roupa de bebê online e fazer desse negócio um empreendimento que proporcione o sustento próprio e o da família. Mas pra isso é fundamental adotar boas práticas e estar em um marketplace de confiança como o Magalu Marketplace. São todos esses elementos que vão influenciar o seu sucesso, combinado?

Gostou do nosso conteúdo? Então, siga o Magalu no Instagram e acompanhe de perto várias dicas para vender muito pela internet!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Ops! Captcha inválido, por favor verifique se o captcha está correto.

Fale o que você pensa